A TRAXECTORIA QUE OS MEDIA MAINSTREAM OCULTAN

Baltasar Garzón: Un longo histórico de ataque aos dereitos e ás liberdades

Baltasar Garzón é un vello coñecido de persoas e colectivos represaliados polos corpos policiais e os poderes fácticos do estado polo seu inabalábel apoio á represión por motivos ideolóxicos no seu desempeño como xuiz instrutor da Audiencia Nacional española: vítimas de tortura; empresas de comunicación perseguidas e clausuradas ilegalmente ou abafadas con manobras económicas irregulares; persecución de plataformas dixitais de contido crítico coas súas actuacións professionais… Información no interior.


Debacle no Afeganistão – Tariq Ali

O vigésimo aniversário da “Guerra ao Terror” terminou numa derrota previsível e prevista para os EUA, a NATO e outros que embarcaram na onda. No entanto, se considerarmos as políticas dos talibãs – tenho sido um crítico severo por muitos anos – a sua conquista não pode ser negada. Num período em que os EUA destruíram um país árabe após o outro, não surgiu nenhuma resistência que pudesse desafiar os ocupantes. Essa derrota pode muito bem ser um ponto de inflexão. É por isso que os políticos europeus estão a reclamar. Eles apoiaram os EUA incondicionalmente no Afeganistão e também sofreram uma humilhação.


Antissemitismo e a máscara de flandres

Capturado por elites sionistas, conceito é usado para atingir quem denuncia o apartheid israelense e taxar resistência palestina como “terrorista”. Agora, coletivos judaicos dissidentes propõem uma releitura, que pode ser anticolonial e solidária